Alphagraphics blog

Category: Comportamento

6 Dicas para uma Reunião mais Produtiva

6 Dicas para uma Reunião mais Produtiva Muito frequentes no mundo corporativo, as reuniões são encontros organizados para que os colaboradores fiquem sabendo dos processos organizacionais, discutam assuntos pertinentes à sua rotina de trabalho e ajudem nas tomadas de decisão. Trata-se de um artifício indispensável para que a empresa alcance os resultados almejados e para que todos desenvolvam seu trabalho de maneira a buscar sempre um objetivo em comum.
Justamente por considerar que esses eventos são fundamentais para seu sucesso, muitas empresas caem no erro de realizar reuniões em excesso. Isso faz com que a maioria dos profissionais veja a reunião como uma perda de um tempo que poderia ser melhor aproveitado com outras ações. Para evitar que isso aconteça, é fundamental que as reuniões sejam produtivas e ágeis. Saiba como fazer isso a seguir:

6 dicas essenciais para fazer uma reunião produtiva
1. Defina e apresente a pauta antecipadamente
Saber qual o assunto será tratado na reunião é fundamental para que o encontro seja produtivo, pois garante que todos se mantenham focados na pauta. Portanto, defina previamente o tema da reunião e classifique os subtemas que deverão ser abordados, de modo a garantir que as decisões mais importantes sejam discutidas primeiro.
Também vale a pena avisar os participantes previamente a respeito do assunto da reunião, permitindo que eles se preparem antecipadamente para debater sobre o tema e desenvolvam ideias para serem apresentadas durante o encontro.

2. Estabeleça um horário de encerramento
A maioria das pessoas agenda o horário de início da reunião, mas esquece de estipular um horário para que ela termine. O ideal, na verdade, é que o encontro tenha um tempo limite de duração, e encerrar a discussão dentro do horário previsto evita que os participantes fiquem cansados e ansiosos para ir embora. Caso o assunto não tenha sido completamente solucionado, agende outro dia para continuar a discussão.

3. Elabore um roteiro
Para que a reunião seja realmente produtiva, você deve definir um roteiro a ser seguido, listando a ordem dos assuntos que serão discutidos e o tempo médio para apresentações e deliberações.

4. Convide as pessoas certas
Colaboradores que não estão diretamente envolvidos com o projeto que será discutido não devem participar da reunião. Isso porque, quanto maior o número de participantes sem interesse no assunto que está sendo tratado, maiores serão as dificuldades de comunicação e menor será a produtividade. O ideal é que cada participante presente na reunião seja capaz de contribuir com o tema discutido.

5. Mantenha o foco
Com tema, duração e objetivos bem definidos, cabe ao condutor da reunião a tarefa de fazer com que os participantes mantenham sua atenção focada nas questões pertinentes à pauta do encontro. Não deixe que o grupo desvie do assunto principal e foquem no que há de mais importante a ser discutido. Os detalhes podem ficar para um próximo encontro ou até mesmo para o dia a dia.

6. Registre
Documentar tudo o que foi abordado e decidido na reunião é importante para evitar problemas de comunicação e não deixar dúvidas a respeito das decisões tomadas. Ao marcar a reunião, eleja uma pessoa que se responsabilizará por tomar notas e elaborar a ata da reunião, que pode ser consultada mais tarde por quem precisar verificar o que foi deliberado.
E aí, quantas reuniões realmente produtivas você tem na sua empresa? Compartilhe sua opinião conosco! Read article →

Como definir metas para sua equipe

Como definir metas para sua equipe Estabelecer metas é fundamental para que sua equipe se mantenha motivada e trabalhe em conjunto para alcançar os resultados almejados pela empresa. Quando bem elaboradas, as metas se destacam como uma excelente ferramenta para orientação dos liderados, pois garante que eles caminhem na mesma direção, rumo ao sucesso almejado por todos.
As metas também são importantes para que o trabalho em equipe flua de maneira adequada, pois faz com que os colaboradores sejam constantemente lembrados a respeito da importância de cada um na conquista dos planos que foram traçados em conjunto com a organização. Desse modo, todos se mantêm produtivos e focados.

Dicas de como definir metas para sua equipe

1. Seja realista
É essencial que suas metas sejam alcançáveis. Isso porque metas que estão muito acima da capacidade de sua equipe ou de sua empresa podem desmotivar e frustrar, em vez de impulsionarem o sucesso. Além disso, é preciso ter certeza de que as metas estão alinhadas com os objetivos da empresa para o mesmo período.

2. Tenha cuidado para não se acomodar
Ao mesmo tempo em que as metas precisam ser realizáveis, elas devem ser desafiadoras para a equipe. Metas que podem ser atingidas com facilidade podem contribuir para o comodismo, o que impede o crescimento da empresa e o desenvolvimento dos colaboradores.

3. Não imponha
Elaborar as metas sozinho e distribuí-las entre os colaboradores com a esperança de que todos se envolvam profundamente com elas é um grande erro. Em vez de fazer isso, prefira envolver sua equipe no estabelecimento das metas, de modo a favorecer o engajamento de todos no processo de busca pelos objetivos empresariais.

4. Coloque prazos
Metas sem prazo para serem alcançadas também podem favorecer a acomodação da equipe e da empresa como um todo. Por isso, sempre considere seus recursos e, com base nisso, estipule um prazo para que suas metas sejam cumpridas.

5. Entenda e explique as metas
Mais importante do que definir metas é entender as razões por trás delas e quais retornos elas podem trazer para a empresa e para os colaboradores. Faça com que todos os envolvidos no trabalho entendam a importância dessas metas para que, assim, queiram contribuir verdadeiramente com seu alcance.
Gostou das dicas sobre como definir as metas para sua equipe? Deixe seu comentário! Read article →

AlphaGraphics e Vida Corrida firmam parceria que vai além da promoção da inclusão social para transformar, também, as próprias equipes.

Há alguns meses, o sócio e presidente da AlphaGraphics do Brasil, Rodrigo Abreu, assistiu uma palestra de Neide Santos e se encantou com a história que deu origem a um dos projetos sociais mais bem sucedidos de São Paulo: o Vida Corrida. Desse encontro, nasce uma parceria que vai além do apoio e da mentoria da rede de franquias à ONG. Juntas,  AlphaGraphics e Vida Corrida formam um ciclo de inspirações, capaz de transformar o dia a dia das próprias equipes e da comunidade.
Assista aqui ao Vídeo da entrega no YouTube.
"Esta associação tem provocado uma movimentação de dentro para fora e vice e versa. Com alegria, recebemos Neide em nosso programa interno de corrida em prol de uma vida mais saudável. Ao mesmo tempo, uma funcionária da master franqueadora finalmente conheceu o Vida Corrida e descobriu no projeto uma oportunidade de incluir seu filho entre os 'pequenos' atletas de Capão Redondo, bairro onde eles moram", conta Rodrigo. Paralelo aos acontecimentos internos, vem o desejo maior da AlphaGraphics: "queremos nossa empresa envolvida e comprometida com a comunidade", completa o executivo.
AlphaGraphics e Vida Corrida firmam parceria que vai além da promoção da inclusão social para transformar, também, as próprias equipes.






Idealizado há 17 anos pela voluntária Neide Santos (foto), o Vida Corrida promove inclusão social, saúde, autoestima e qualidade de vida para crianças e adultos, com idades que variam entre 4 e 80 anos, da região do Capão Redondo.  O modelo escolhido? A corrida de rua — prática também adotada, há um ano, pela equipe da AlphaGraphics, incluindo o próprio presidente. "Tenho observado as melhorias na minha saúde e na dos meus companheiros. E esse benefício pode ser mais amplo ainda com a inclusão social de pessoas das mais diferentes faixas etárias. Impossível não abraçar essa causa", defende Rodrigo.
Parceiro e incentivador do projeto, o executivo se dedica à prestar consultoria para que o Vida Corrida ganhe mais visibilidade e desenvolve com a equipe outras ações importantes. "Acabamos de viabilizar  a adesivação do veículo oficial do projeto, usado para retirar doações, carregar materiais esportivos e transportar os atletas a competições. Mas também nos envolveremos em atividades que fazem parte do dia a dia da rede AlphaGraphics, como impressão de material promocional e papelaria da ONG", revela o executivo.

Ampliar a visibilidade do Vida Corrida pode ser uma das ferramentas capazes  de levar ao cumprimento das metas do projeto para 2016. “Nosso maior objetivo, nesse ano, é atingir a marca de 300 crianças atendidas. Hoje são 250. Não temos a pretensão de diminuir índices de criminalidade, mas sim de ocupar o tempo ocioso dos jovens da região do entorno do Capão Redondo, um bairro com poucas opções gratuitas de lazer, entretenimento e esporte”, confidencia Neide. Com o crescimento esperado do projeto, dois novos professores deverão ser contratados, ampliando o quadro para sete monitores responsáveis pelas aulas e pelo atendimento aos participantes, no Parque Municipal Santo Dias, na zona sul da capital paulista.

Vale destacar que, entre o público infantil, apenas crianças matriculadas na escola podem participar do Vida Corrida, que já possui fila de espera de 38 jovens aguardando novas vagas. Atuais e futuros integrantes do projeto podem, eventualmente, ser as próximas revelações do esporte no Brasil. Afinal, uma das descobertas da ONG é o atleta Júlio César Agripino, que busca uma vaga nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro. Após ter conseguido o índice olímpico, agora, ele aguarda uma definição sobre sua aprovação como paratleta. Com essa motivação extra, Neide afirma: “acredito que é muito importante pensarmos, primeiramente, em mudar nosso entorno, para depois sim pensarmos em mudar o mundo”, diz Neide.

Uma rede engajada
O engajamento da AlphaGraphics com projetos ligados à comunidade e ao esporte não é recente. A parceria com a Vida Corrida se soma a outros projetos sociais liderados ou apoiados pela rede, como a Campanha do Agasalho, Casa de David, Natal Solidário, AACD, Outubro Rosa e aos programas de Incentivo à Saúde, entre outros. "A Vida Corrida é uma iniciativa de apoio de transformação de sociedade e, definitivamente, queremos participar dessa revolução silenciosa", explica Abreu. E acrescenta: "ao mesmo tempo, esse projeto é mais um incentivo à prática de esportes entre os colaboradores de toda a rede". Vale lembrar que a AlphaGraphics vem investindo em outras modalidades esportistas. Medalhista olímpico, o judoca Leandro Guilheiro conta com o apoio da rede, além do piloto de motovelocidade Thales Monteiro e dos maratonistas Paulo de Almeida e Rosa Aparecida Corrêa, a Pretinha. Read article →
May 23 / 2016

5 maneiras poderosas de fazer as pessoas falarem do seu negócio

como_as_pessoas_podem_falar_sobre_seu_negocioAlém de ser um eficiente método de se tornar referência em determinado assunto ou segmento, a indicação é um dos grandes segredos para a captação de novos clientes. Por isso, investir na promoção da sua marca é uma estratégia fundamental para quem quer ter sucesso no mundo dos negócios.
Para quem atua na internet, trabalhar em cima da construção de uma boa reputação online é ainda mais importante. Isso porque estabelecer uma boa relação com os clientes, com os demais sites da web e estar bem posicionado perante os mecanismos de busca são aspectos que contribuem significativamente para que as pessoas falem de sua empresa.
Conheça, a seguir, algumas maneiras poderosas de fazer as pessoas falarem sobre sua marca:

Como fazer as pessoas falarem do seu negócio 
Aposte em conteúdo
Oferecer conteúdo relevante é uma eficiente maneira de atrair, envolver e fazer com que o cliente se identifique com sua empresa. A partir da criação e direcionamento do conteúdo, é possível estabelecer um relacionamento saudável com o consumidor, ampliando a presença da sua marca no mercado e incentivando as pessoas a compartilharem o que sua empresa produz.
Interaja nas redes sociais
As redes sociais são ambientes de interação. Marque presença nesses poderosos canais de comunicação e crie ações com foco na interação com o cliente, incentivando a participação do consumidor o compartilhamento do conteúdo e as menções à sua marca.
Fale sobre seus valores
Em vez de gastar todos seus recursos apenas divulgando seus produtos, invista na divulgação de uma mensagem principal associada à sua marca. Inspire os consumidores e faça com que eles se identifique com seus valores e crenças e, partir daí, conquiste um público engajado e que faz questão de fazer negócios com você.
Personalize
Tenha o cuidado de oferecer justamente aquilo que seus clientes desejam e necessitam. Quando o consumidor sente que seus interesses são compreendidos, ele imediatamente se identifica com sua empresa e se torna um grande defensor da sua marca.
Fidelize seus clientes
Um cliente fiel age como porta-voz da sua marca, disseminando uma boa imagem da empresa e indicando-a sempre que possível. Por isso, preocupe-se em deixar seu cliente satisfeito e em construir um relacionamento duradouro com ele, de modo que este consumidor jamais queira procurar a concorrência.
E você, conhece alguma outra maneira de fazer com que seus clientes falem do seu negócio? Deixe seu comentário! Read article →

Como selecionar uma equipe de sucesso

Como selecionar uma equipe de sucesso
Uma empresa bem-sucedida é resultado de um trabalho em equipe, em que os colaboradores se relacionam de forma integrada e produtiva. Montar uma equipe composta por profissionais dedicados e motivados, entretanto, não é uma tarefa simples.
Nesse sentido, é fundamental contratar funcionários que apresentem não apenas conhecimento técnico para a realização de suas tarefas, mas as características adequadas para aumentar a eficiência de todo o time. Além disso, é necessário que as habilidades individuais se completem, de modo a compor uma equipe de trabalho completa e harmoniosa.
Confira, a seguir, algumas das características essenciais que um profissional deve apresentar para compor uma equipe de sucesso:
Iniciativa
A proatividade dos colaboradores é uma competência essencial para o sucesso do seu empreendimento. Isso porque uma equipe que está preparada para assumir responsabilidades, propor soluções e agir sem depender da orientação de um líder é capaz de resolver problemas por conta própria e alcançar resultados acima do esperado.
Flexibilidade
Colaboradores que não sabem adaptar seu trabalho em caso de imprevistos e nem agir diante de situações adversas são pessoas que acabam limitando a equipe. Por isso, o ideal é que seus colaboradores estejam preparados para assumir diferentes responsabilidades, dependendo das necessidades da empresa.
Espírito de equipe
A capacidade de trabalhar em equipe, se comunicar de maneira assertiva e se relacionar positivamente com os colegas é mais importante do que muitos aspectos relacionados ao conhecimento técnico. É fundamental que todos os membros da equipe saibam pensar no grupo como um todo, sempre almejando o crescimento de toda a empresa.
Vontade de aprender
É fundamental que os funcionários estejam dispostos e tenham interesse em crescer e se desenvolver continuamente, sempre buscando novas maneiras de contribuir para o alcance de bons resultados. O colaborador deve, portanto, ser capaz de aprender novas técnicas, desenvolver novas habilidades e se envolver em outras áreas de atuação. Essa é uma atitude que agrega novos conhecimentos à equipe e contribui diretamente para o sucesso do time.
Pronto para montar sua equipe de sucesso? Deixe seu comentário! Read article →

5 passos para um bom Brainstorm

5 passos para um bom Brainstorm Termo que pode ser traduzido para “tempestade de cerebral” ou “tempestade de ideias”, o brainstorm é uma técnica que explora o potencial criativo de um indivíduo ou grupo. Trata-se de uma atividade muito utilizada para resolver problemas específicos, desenvolver projetos e valorizar a participação dos colaboradores nesses processos.
O brainstorm é uma dinâmica que encoraja os participantes a compartilharem todos os pensamentos e ideias que vieram à mente, inclusive os mais absurdos. O objetivo é reunir o maior número possível de possibilidades e potenciais soluções para um determinado problema ou situação.
Não existem regras específicas para a realização de um brainstorm. Apesar disso, é possível fazer com que o trabalho seja mais produtivo com alguns cuidados capazes de otimizar esse processo de geração de ideias.

5 passos para um bom brainstorm
1. Defina o problema
O brainstorm sempre deve ser iniciado com a apresentação do problema. Isso garante que todos saibam qual o propósito da atividade, de modo a direcionar suas ideias para assunto em questão, sem perder o foco.
2. Escolha o grupo certo
Selecione as pessoas certas para participar do processo de brainstorm, ou seja: profissionais que tenham conhecimento sobre o assunto abordado e que realmente estejam interessados em encontrar soluções para o problema.
3. Não censure as ideias
Jamais critique ou julgue uma ideia apresentada, pois essa atitude pode inibir a participação das pessoas e até impedir que a melhor solução seja encontrada. Este é um momento de deixar o processo criativo fluir naturalmente e é fundamental que as pessoas se sintam à vontade para expor todos os pensamentos que surgirem. Muitas vezes, as ideias vão surgindo a partir de outras e, por isso, nenhuma sugestão deve ser rejeitada. Quanto mais ideias, melhor!
4. Organize o processo
Anote todas as ideias, garantindo que nenhuma seja esquecida, e administre possíveis conflitos que possam surgir (embora ainda não seja momento para isso, os participantes tendem a julgar e criticar as ideias apresentadas, gerando discussão). Estipule um tempo máximo para a apresentação das ideias e, sempre que necessário, lembre os participantes que a proposta é apresentar o máximo de ideias — e não discuti-las detalhadamente.
5. Transforme as ideias em resultados
Com todas as ideias anotadas, é hora de agrupá-las em categorias, eliminar as sugestões duplicadas, transformar as propostas parecidas em uma única ideia. Aproveite para descartar todas as ideias que não forem úteis e que não estiverem de acordo com a realidade da empresa. Por fim, selecione as melhores sugestões e comece a trabalhar nelas.
Precisa de ajuda para desenvolver novas ideias e soluções para o seu negócio? Conte conosco! Read article →

Como utilizar o PNL no Marketing Pessoal

PNL no marketing pessoalVocê sabe o que é PNL? Criada na década de 70, a Programação Neurolinguística (PNL) é uma ciência que estuda o funcionamento da mente humana e sua capacidade para novos e melhores comportamentos. Trata-se de um processo educacional que se baseia na aplicação de um conjunto de estratégias de comunicação positiva e mudança de crenças, sempre visando o alcance da excelência e do desenvolvimento pessoal e profissional.
De acordo com a PNL, é possível utilizar o cérebro para conquistar qualquer resultado almejado. Para isso, entretanto, pode ser necessário reprogramar a maneira como a mente reage aos estímulos e situações, de modo a obter respostas emocionais e comportamentais que sejam mais adequadas para alcançar os objetivos rapidamente.
Muito mais que uma maneira de pensar positivamente, a PNL é um poderoso modelo de comunicação e de relacionamento. Justamente por isso, as ferramentas da Programação Neurolinguística podem contribuir significativamente para o Marketing Pessoal — que vai muito além de construir uma imagem pública, e implica em fazer com que as pessoas passem a te enxergar de maneira positiva.
Entre as técnicas de comunicação oferecidas pela PNL, o Rapport merece destaque por estabelecer uma sintonia no diálogo, criando relacionamentos e aprimorando a imagem pessoal de quem aplica a ferramenta.
A palavra Rapport é de origem francesa, e significa receptividade, confiança mútua e afinidade emocional. O estabelecimento do Rapport está associado à capacidade de se colocar no lugar do outro, entendendo suas percepções e opiniões. Não significa, entretanto, a necessidade de concordar com o que a pessoa diz, mas respeitar e entender o que a faz pensar de determinada maneira.
A aplicação da técnica do Rapport, portanto, consiste na criação de uma atmosfera de confiança e harmonia, permitindo a conexão com o outro. Para isso, adote atitudes como: sorrir, evitar falar coisas negativas, transmitir confiança, tratar o outro pelo nome e ter paciência para ouvir tudo o que a pessoa tem a dizer.
A partir do estabelecimento do Rapport, fica muito mais fácil compreender a pessoa e conduzi-la pelo caminho adequado, aprimorando seu Marketing Pessoal e persuadindo o indivíduo a mudar suas crenças e ideias.
Quer saber mais sobre PNL? Aqui disponibilizamos mais de 40 vídeos para entender melhor sobre essa técnica!
Já utilizou a PNL? Comente aqui sua experiência! Read article →

Como implementar a sustentabilidade na empresa

AlphaPortugal Alphagraphics702Implementar a sustentabilidade em empresas tornou-se estratégico para diversos setores. As empresas sustentáveis possuem um diferencial na disputa com outras, além de ser ótimo para o seu marketing. E quanto antes isso começar a acontecer, melhor será.

 

Atualmente, ser uma empresa com engajamento no meio ambiente é de extrema importância, não só na busca por novos clientes, mas também por prêmios oferecidos por outras organizações. O cliente deste século está muito mais atento às questões socioambientais e procura produtos com menores impactos e empresas conscientizadas.

A sustentabilidade empresarial é o conjunto de ações que visa o respeito ao meio ambiente e o desenvolvimento da sociedade. Por isso, para uma empresa ser considerada socialmente e ambientalmente sustentável, precisa tomar atitudes éticas para que seu crescimento econômico não altere o estado do meio ambiente onde se encontra.

 

Para começar esse processo é necessário definir os passivos ambientais desta empresa, ou seja, quais os danos que ela causa ao meio ambiente, e começar então a buscar alternativas e práticas para diminuir todos esses passivos, além de adotar práticas mais sustentáveis em todas as atividades diárias, como o reaproveitamento de água da chuva, o uso racional da água e de energia, a reutilização de sobras de matérias-primas, a reciclagem, entre outras.

 

O mais importante ao adquirir essas práticas sustentáveis, e que elas tragam resultados satisfatórios não somente para a empresa, mas principalmente para a sociedade, e o meio ambiente.

 

E a sua empresa, é uma empresa sustentável? Read article →

Quais são os principais erros em uma negociação?

AlphaPortugal Alphagraphics659Entusiasmados e ansiosos na hora de fechar acordos e ver seu negócio alcançar o sucesso, muitos empreendedores acabam deixando de lado algumas regras básicas.  Pensando nisso, separamos os principais erros em uma negociação, e como você poderá evitá-los:
Demonstrar insegurança - independente de quem seja a pessoa, você precisa passar credibilidade para o seu empreendimento e despertar nela a confiança em apostar no seu negócio, controle suas emoções e faça um check-list do que será esclarecido.
Abrir exceções antes da hora – abrir exceções é um processo natural da negociação. Serve como poder de troca para obter o que for mais importante para o seu negócio. Ansioso para fechar logo o negócio, o empreendedor muitas vezes se adianta e já define quais são suas possíveis exceções antes da hora. Em vez de ceder logo de cara, guarde bem suas cartas para, no momento oportuno, pedir algo valioso em troca.
Tomar decisões precipitadas - a pressa só traz prejuízos para o seu marketing pessoal. No momento da negociação com fornecedores ou com investidores, por exemplo, o ideal é comparar propostas diferentes e avaliar as vantagens de cada uma. Lembre-se sempre de ser transparente e deixar isso claro para todas as partes envolvidas no negócio.
Persistir no impasse - além de reduzir a insegurança, a preparação serve para saber antes o que pode ser cedido ou. algumas negociações travam por motivos que poderiam ser facilmente contornados. Fuja dos impasses e leve soluções alternativas, sem se esquecer de que, se houver concessões, elas devem ser valorizadas para o outro negociador reconhecer o esforço e fechar o acordo.
Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe um comentário em nosso blog ou entre em contato conosco! Read article →

O uso do cloud computing no seu negócio

AlphaPortugal Alphagraphics647O termo cloud computing ficou mais conhecido em 2008, mas com certeza, ouviremos esta denominação ainda por um bom tempo. Também conhecido aqui no Brasil como computação nas nuvens, o cloud computing refere-se à ideia de utilizarmos em qualquer lugar e plataforma, as mais variadas aplicações por meio da internet, como se estivessem instaladas em nossos próprios computadores.

Utilizar o cloud computing pode facilitar e agilizar o seu negócio, pois com ele é possível editar textos, fazer planilhas, elaborar apresentações de slides, armazenar arquivos, entre outros, tudo pela internet, sem a necessidade de ter programas específicos instalados em seu computador. O que o usuário precisa fazer, é apenas acessar a internet para começar a trabalhar, não importando qual o sistema operacional ou o computador utilizado para este fim.

cloud computing oferece ao seu negócio a redução nos custos de sua infraestrutura, além da alta dinâmica e inovação, o que proporcionará ainda mais economia e segurança para projetos importantes da sua empresa e seu marketing digital.

Cada vez mais, as empresas descobrem essa estrutura e já começam a utilizá-la para facilitar e otimizar processos. Além do benefício econômico, há também o da mobilidade. E por fim, devido à melhora na utilização de recursos, o sistema se torna mais "verde", já que os computadores e sua infraestrutura associada costumam ser grandes consumidores de energia.

No dia a dia, esta tecnologia pode ser aplicada como um banco de dados, onde os funcionários podem selecionar, editar, e salvar todo tipo de arquivo, sem precisar se preocupar com a estrutura para executar a aplicação, ou então com o hardware, procedimentos de backup, controle de segurança, manutenção, entre outros, tudo fica a cargo do fornecedor do serviço.
Um exemplo prático de ferramentas desta nova realidade é o Google Docs, Evernote, Amazon e o Dropbox, todas muito utilizadas em todos os tipos de empresas.
E a sua empresa, já utiliza o cloud computing? Read article →