Alphagraphics blog

Category: Empreendedorismo

Lean Startup: o que é e como aplicar negócios

Lean Startup: o que é e como aplicar negócios Criada por Eric Ries, famoso empreendedor do Vale do Silício, a Lean Startup em tradução literal significa “startup enxuta”. Desta forma, essa nova modalidade administrativa traz para as startups processos mais objetivos e eficientes, utilizando apenas recursos disponíveis, sem gastar muito dinheiro.
Uma das principais premissas da Lean Startup é de que “quanto maior a velocidade e menor o custo de cada iteração (repetição), maiores são as chances de um novo negócio dar certo” - deixando de lado o conceito tradicional de gestão, para dar espaço para um processo que defende novas experimentações e a opinião do cliente.
Seguindo a linha de raciocínio do criador do conceito Eric Ries, essa metodologia possui alguns princípios fundamentais que formam sua base:


Mínimo Produto Viável (MPV): consegue reter muito mais informações e aprende sobre as necessidades e expectativas do cliente final;
Deploy Contínuo: desenvolve novos recursos e os disponibiliza em tempo reduzido para que a avaliação do cliente seja feita de forma rápida;
Teste A/B: disponibiliza no mercado duas versões do produto final, com o intuito de ver como os clientes reagem sobre os diferentes modelos do produto;
Métricas Acionáveis: oferecem todas as informações necessárias para que a gestão possa tomar decisões sobre o negócio;
Pivot: pode ser visto como uma nova hipótese estratégica, exigindo uma mudança completa no curso de um produto.

Além disso, o conceito baseia-se na combinação de três pilares extremamente importantes, que são:


Customer Development: avalia e testa todas as hipóteses das startups sobre os clientes, produtos e mercado;
Desenvolvimento Ágil: emprego das metodologias como Extreme Programming (XP) e Scrum que colaboram para a redução de tempo de cada repetição de desenvolvimento, ampliando a velocidade do aprendizado por meio do feedback dos clientes da startup;
Uso da Tecnologia: é essencial que as startups utilizem a tecnologia a seu favor durante a realização de todos os processos. Pode-se destacar a utilização de serviços, frameworks e redes sociais, que apresentam menor custo, permitem o desenvolvimento e o crescimento ágil da startup.

Por que aplicar o conceito nos negócios?
Essa nova metodologia é uma ótima opção para ser adotada nos negócios, pois auxilia no desenvolvimento e lançamento de novos produtos no mercado. Para entender melhor do porque aplicar o conceito em sua empresa, veja abaixo alguns dos principais motivos:


Deixam todos os processos internos e externos muito mais rápidos e organizados;
A organização fica muito mais maleável e eficiente;
Possibilitam descobrir o que está e o que não está dando certo, para que novas estratégias sejam adotadas;
Facilitam a descoberta e a exclusão das fontes de desperdício dentro da startup;
Dão a possibilidade da startup ter novas experimentações e insights através dos feedbacks dos clientes.

Claro que não existe a fórmula do sucesso, entretanto, o conceito pode ser bastante eficaz para o seu negócio. Afinal, o método ajuda as empresas a testarem suas ideias com muito mais rapidez e eficiência.
E aí, você já conhecia esse método? Deixe sua opinião nos comentários! Read article →

6 Dicas para uma Reunião mais Produtiva

6 Dicas para uma Reunião mais Produtiva Muito frequentes no mundo corporativo, as reuniões são encontros organizados para que os colaboradores fiquem sabendo dos processos organizacionais, discutam assuntos pertinentes à sua rotina de trabalho e ajudem nas tomadas de decisão. Trata-se de um artifício indispensável para que a empresa alcance os resultados almejados e para que todos desenvolvam seu trabalho de maneira a buscar sempre um objetivo em comum.
Justamente por considerar que esses eventos são fundamentais para seu sucesso, muitas empresas caem no erro de realizar reuniões em excesso. Isso faz com que a maioria dos profissionais veja a reunião como uma perda de um tempo que poderia ser melhor aproveitado com outras ações. Para evitar que isso aconteça, é fundamental que as reuniões sejam produtivas e ágeis. Saiba como fazer isso a seguir:

6 dicas essenciais para fazer uma reunião produtiva
1. Defina e apresente a pauta antecipadamente
Saber qual o assunto será tratado na reunião é fundamental para que o encontro seja produtivo, pois garante que todos se mantenham focados na pauta. Portanto, defina previamente o tema da reunião e classifique os subtemas que deverão ser abordados, de modo a garantir que as decisões mais importantes sejam discutidas primeiro.
Também vale a pena avisar os participantes previamente a respeito do assunto da reunião, permitindo que eles se preparem antecipadamente para debater sobre o tema e desenvolvam ideias para serem apresentadas durante o encontro.

2. Estabeleça um horário de encerramento
A maioria das pessoas agenda o horário de início da reunião, mas esquece de estipular um horário para que ela termine. O ideal, na verdade, é que o encontro tenha um tempo limite de duração, e encerrar a discussão dentro do horário previsto evita que os participantes fiquem cansados e ansiosos para ir embora. Caso o assunto não tenha sido completamente solucionado, agende outro dia para continuar a discussão.

3. Elabore um roteiro
Para que a reunião seja realmente produtiva, você deve definir um roteiro a ser seguido, listando a ordem dos assuntos que serão discutidos e o tempo médio para apresentações e deliberações.

4. Convide as pessoas certas
Colaboradores que não estão diretamente envolvidos com o projeto que será discutido não devem participar da reunião. Isso porque, quanto maior o número de participantes sem interesse no assunto que está sendo tratado, maiores serão as dificuldades de comunicação e menor será a produtividade. O ideal é que cada participante presente na reunião seja capaz de contribuir com o tema discutido.

5. Mantenha o foco
Com tema, duração e objetivos bem definidos, cabe ao condutor da reunião a tarefa de fazer com que os participantes mantenham sua atenção focada nas questões pertinentes à pauta do encontro. Não deixe que o grupo desvie do assunto principal e foquem no que há de mais importante a ser discutido. Os detalhes podem ficar para um próximo encontro ou até mesmo para o dia a dia.

6. Registre
Documentar tudo o que foi abordado e decidido na reunião é importante para evitar problemas de comunicação e não deixar dúvidas a respeito das decisões tomadas. Ao marcar a reunião, eleja uma pessoa que se responsabilizará por tomar notas e elaborar a ata da reunião, que pode ser consultada mais tarde por quem precisar verificar o que foi deliberado.
E aí, quantas reuniões realmente produtivas você tem na sua empresa? Compartilhe sua opinião conosco! Read article →

7 dicas para criar uma apresentação de sucesso

7 dicas para criar uma apresentação de sucesso Elaborar uma apresentação de sucesso para mostrar a um cliente ou investidor é uma tarefa que exige bastante atenção, pesquisa e dedicação. Para convencer seu público, é necessário fornecer informações relevantes e que mostrem porque aquilo que você está falando deve ser levado em conta, dando credibilidade ao seu trabalho.
Uma boa apresentação é capaz de determinar a assinatura de um contrato, o engajamento de uma equipe de trabalho, uma promoção e até mesmo a aprovação de um projeto importante. Porém, para que isso aconteça, é fundamental estar atento a alguns detalhes importantes durante a criação da sua apresentação. Saiba quais são a seguir:

Dicas para criar uma apresentação de sucesso
1. Entenda seu público
Conhecer o público que estará assistindo sua apresentação é o primeiro passo para que você saiba como planejá-la adequadamente. Levante dados referentes à faixa etária, nível de conhecimento, classe social, valores culturais e até gostos individuais das pessoas que ouvirão seu discurso. Essas informações permitirão que você saiba qual a melhor forma de conversar com o público.
 
2. Desenvolva um roteiro
Entenda o objetivo da sua apresentação, o que precisa ser falado e quais são as principais informações que o público deve entender. Com base nisso, desenvolva um roteiro para o seu discurso.

3. Contextualize
Para que o seu público entenda a importância do tema que você está apresentando, é necessário contextualizar seu discurso por meio de histórias ou situações com que o público esteja familiarizado. Desse modo, a audiência se identifica e cria uma conexão com sua apresentação, se interessando pelo tema apresentado.

4. Ateste as informações apresentadas
Tenha em mente que, para o público, não bastam seus conhecimentos pessoais para embasar a apresentação: é preciso que você informe de onde as informações foram tiradas e mostre dados que atestem a veracidade do que está apresentando.

5. Mostre soluções
Após ter criado uma conexão com o público, e feito com que todos entendessem o problema central da sua apresentação, você deve encerrá-la mostrando como você ou sua empresa/ideia poderão ajudar na solução desses problemas.

6. Simplifique as informações dos slides
Caso sua apresentação não seja apenas oral e inclua o apoio de algum tipo de apoio visual, como slides, faça o possível para que a tela mostre apenas as informações básicas: o discurso deve estar na sua cabeça e vir de você, não de uma tela.

7. Entenda sua apresentação
Quando seu discurso e sua apresentação estiverem totalmente prontos, reveja tudo diversas vezes, eliminando possíveis erros e entendendo profundamente o conteúdo abordado. Se achar necessário, ensaie a apresentação até que você se sinta confortável e seguro no momento de encarar o público.
Também é importante reforçar sua apresentação com materiais de apoio, que ressaltem a imagem do negócio, como panfletos, brochuras, sinalizações, banners, entre outros. Nossos profissionais de design certificados estão à disposição para responder a perguntas, fazer sugestões ou orientá-lo através da criação de uma apresentação dinâmica e de qualidade.
Entre em contato conosco e saiba mais sobre como ter uma apresentação de sucesso! Read article →

5 livros que todo empreendedor deveria ler

5 livros que todo empreendedor deveria ler Alcançar o sucesso como empreendedor é uma tarefa árdua, que exige muita persistência, paciência, disciplina e dedicação. Na medida em que a empresa e os lucros vão crescendo, é necessário que o empresário adquira novas habilidades e competências para continuar administrando seu negócio de maneira eficiente, inovando sempre que possível.
A capacitação profissional é fundamental para que o empreendedor esteja devidamente preparado para tomar decisões importantes, motivar seus colaboradores e conquistar o mercado. A formação de um empreendedor é um processo contínuo, uma vez que este tipo de profissional precisa acompanhar tudo o que acontece no mundo dos negócios e estar sempre à frente de seus concorrentes.
Uma das melhores maneiras de se manter em constante aprendizado é por meio da leitura. Para te ajudar nessa jornada, separamos 5 livros que não podem faltar na biblioteca de qualquer empreendedor. Confira:

5 livros obrigatórios para qualquer empreendedor
1. Trabalhe 4 horas por semana — Tim Ferris
5 livros que todo empreendedor deveria ler 1

Embora o título deste livro pareça um pouco preguiçoso, a proposta do autor não é a de trabalhar menos, mas trabalhar com qualidade. Ao longo das páginas, Tim Ferris fala sobre a importância de aproveitar o tempo da melhor maneira possível, com produtividade elevada e tempo livre para aproveitar a vida e se desenvolver cada vez mais como empreendedor.
2. Startup Brasil — Pedro Mello e Marina Vidigal
5 livros que todo empreendedor deveria ler 2
Este livro reúne a história de alguns empreendedores brasileiros bem-sucedidos, responsáveis pelo sucesso de marcas como O Boticário, Cacau Show, Buscapé e Turma da Mônica. Com diversas entrevistas, a obra tem o objetivo de ser um guia para aqueles que desejam se aventurar pelo mundo do empreendedorismo.

3. Investidor Anjo — Cassio Spina
5 livros que todo empreendedor deveria ler 3
Fundador da organização Anjos do Brasil, o autor explica o conceito de Investidor-Anjo — um investidor que aposta em projetos e organizações que ainda estão começando. Spina explica como esta relação funciona, orientando tanto empreendedores como investidores a respeito da melhor forma de proceder e negociar.

4. Foco – Daniel Goleman
5 livros que todo empreendedor deveria ler 4
Famoso pelo livro Inteligência Emocional, um clássico responsável por popularizar a ideia de que é fundamental saber controlar as emoções para ter sucesso na vida e na carreira, Daniel Goleman aborda a importância de manter o foco e a atenção. De acordo com o autor, as pessoas não sabem gerenciar as distrações da tecnologia e acabam perdendo o foco no trabalho. Para solucionar o problema, Goleman dá dicas de como melhorar a capacidade de concentração.

 5. A Arte da Guerra – Sun Tzu
5 livros que todo empreendedor deveria ler 5
Embora este livro tenha sido escrito com base em estratégias militares, os ensinamentos da famosa obra do general e filósofo chinês podem ser facilmente adaptados para o mundo dos negócios. Com 13 capítulos concisos e diretos, Arte da Guerra traz dicas preciosas a respeito de estratégia e busca pelo sucesso — seja em batalha ou no âmbito profissional.
A AlphaGraphics acredita no poder da leitura para alcançar o sucesso nos negócios e na vida pessoal, por isso temos o programa Incentivo à Leitura, no qual nossos funcionários são recompensados por lerem cada vez mais livros e compartilharem as informações que aprendem em cada nova leitura. Além disso, por meio do agBook, incentivamos novos autores independentes a editarem e publicarem seus livros online.
E aí, você já leu algum desses livros acima? Conte pra gente nos comentários! Read article →

O que é uma Startup e sua Influência nos Negócios

O que é uma Startup e sua Influência nos Negócios Embora seja muito usado nos Estados Unidos há algumas décadas, o termo “startup” só começou a ser amplamente usado no Brasil há pouco tempo. Inicialmente, esta era uma palavra que significava um grupo de pessoas trabalhando com uma ideia inovadora, com o intuito de obter lucros. Porém, o termo também é frequentemente aplicado para definir a ação de criar uma empresa e colocá-la em funcionamento.
Muitas pessoas consideram que todas as empresas que se encontram em seus primeiros meses de vida podem ser chamadas de startup, enquanto há quem diga que uma startup é um empreendimento que exige baixos custos de manutenção e tem capacidade de crescer de maneira acelerada e gerar lucros. Embora este seja um termo amplo e variável, a definição mais aceita atualmente é: startup é um modelo de negócio repetível e escalável, que cria algo novo em um cenário de incerteza.
Em outras palavras, a startup é uma empresa em processo de implementação, voltada para a geração de um trabalho inovador. Esses empreendimentos geralmente são criados com excelentes perspectivas financeiras e com boas projeções de lucros e crescimento. Por conta dessas características, é muito comum que uma startup seja comprada precocemente por uma grande empresa, justamente por conta de seu potencial inovador.

Qual a importância das startups para o mercado?
O mercado de startups tem crescido muito nos últimos anos, se mantendo aquecido mesmo durante o período de crise econômica enfrentada pelo Brasil. De acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), o setor de startups gera mais de 53 mil empregos no País e fatura cerca de 15 bilhões anuais.
Além de impulsionar a economia, a presença das startups no mercado contribui para a flexibilidade dos negócios, para uma maior agilidade na inovação de produtos e serviços, para o crescimento do empreendedorismo no País e para o aumento do dinamismo do mercado como um todo.
Vale destacar que o crescimento do empreendedorismo e da inovação é responsável por ampliar a exploração de áreas de mercado, incentivando a adoção de práticas cada vez mais modernas e mais vantajosas tanto para o consumidor quanto para as empresas, que se mantêm em constante inovação e crescimento. Por serem baseadas justamente na busca por práticas inovadoras, as startups contribuem significativamente para este processo de desenvolvimento.
A AlphaGraphics, por exemplo,  aproveita a agilidade das startups para lançar novos produtos e serviços. Semanalmente, nosso CEO, Rodrigo Abreu, faz um levantamento das parcerias que a rede mantém com diversas startups. Clique aqui para conferir a matéria completa sobre essas parcerias na Revista Exame PME.
E aí, qual sua opinião sobre a influência das startups nos negócios? Deixe seu comentário! Read article →

5 passos para organizar um evento de sucesso

5 passos para organizar um evento de sucesso Realizar um evento corporativo é uma excelente oportunidade para que sua empresa estreite laços com os clientes, fornecedores, colaboradores e outros públicos que podem se interessar pelo trabalho da organização. Trata-se de uma ocasião perfeita para mostrar todo o profissionalismo e a excelência do seu negócio.
Para que o retorno seja satisfatório, entretanto, é preciso que o evento seja muito bem planejado, de modo a ser realizado com o máximo de perfeição possível. A organização é uma etapa fundamental para que tudo ocorra conforme o esperado e, por isso, vale a pena conferir o passo a passo a seguir para a realização de eventos de sucesso:

5 passos essenciais para um evento de sucesso

1. Identifique os objetivos do evento
Comece definindo o objetivo do evento e para que tipo de público ele é destinado. É a partir dessas informações que você vai nortear todo o planejamento, escolhendo uma data e local adequados, as atrações que serão oferecidas e todas as ações em que a empresa vai investir ao longo da ocasião.

2. Defina seu orçamento
Com seus objetivos e metas bem estabelecidos, o passo seguinte é definir quanto você pode investir no evento. Faça uma planilha para organizar todos os gastos, procure bons fornecedores e seja criativo para otimizar os recursos que você tem à disposição. Para ajudar no orçamento, uma boa ideia é buscar patrocínios que podem servir de parceria para futuros eventos e negócios.

3. Divulgue o evento para o público-alvo
Com todos os detalhes devidamente planejados e encaminhados, é hora de divulgar o evento para o público. Abuse das ferramentas de divulgação online: e-mail marketing segmentado, Facebook, Google Adwords e envio de convites nominais e personalizados são excelentes formas de divulgação.

4. Faça um check-list
Com a aproximação do grande dia, você deve se certificar de que todos os detalhes estão prontos, de modo a minimizar possíveis imprevistos na hora do evento. Monte uma lista com os serviços contratados e com todos os equipamentos que serão utilizados e verifique se tudo está realmente pronto para receber seus convidados.

5. Obtenha feedbacks
O pós-evento é uma etapa quase tão importante quanto a realização do evento em si. Isso porque é apenas por meio de feedbacks que você poderá saber se tudo realmente ocorreu de maneira satisfatória. Entre em contato com as pessoas que estiveram no seu evento, agradeça a presença de todos e convide a pessoa a expor a opinião dela a respeito da experiência, deixando um canal de comunicação aberto para futuros contatos e negócios. Uma boa maneira de fazer este contato sem ser invasivo demais é por e-mail — portanto, já se planeje para pedir o endereço eletrônico dos participantes.
Precisa de ajuda para organizar um evento de sucesso? Trabalhamos desde a campanha de divulgação, até os impressos e materiais personalizados para o seu acontecimento, entre em contato conosco e saiba mais! Read article →

Como definir metas para sua equipe

Como definir metas para sua equipe Estabelecer metas é fundamental para que sua equipe se mantenha motivada e trabalhe em conjunto para alcançar os resultados almejados pela empresa. Quando bem elaboradas, as metas se destacam como uma excelente ferramenta para orientação dos liderados, pois garante que eles caminhem na mesma direção, rumo ao sucesso almejado por todos.
As metas também são importantes para que o trabalho em equipe flua de maneira adequada, pois faz com que os colaboradores sejam constantemente lembrados a respeito da importância de cada um na conquista dos planos que foram traçados em conjunto com a organização. Desse modo, todos se mantêm produtivos e focados.

Dicas de como definir metas para sua equipe

1. Seja realista
É essencial que suas metas sejam alcançáveis. Isso porque metas que estão muito acima da capacidade de sua equipe ou de sua empresa podem desmotivar e frustrar, em vez de impulsionarem o sucesso. Além disso, é preciso ter certeza de que as metas estão alinhadas com os objetivos da empresa para o mesmo período.

2. Tenha cuidado para não se acomodar
Ao mesmo tempo em que as metas precisam ser realizáveis, elas devem ser desafiadoras para a equipe. Metas que podem ser atingidas com facilidade podem contribuir para o comodismo, o que impede o crescimento da empresa e o desenvolvimento dos colaboradores.

3. Não imponha
Elaborar as metas sozinho e distribuí-las entre os colaboradores com a esperança de que todos se envolvam profundamente com elas é um grande erro. Em vez de fazer isso, prefira envolver sua equipe no estabelecimento das metas, de modo a favorecer o engajamento de todos no processo de busca pelos objetivos empresariais.

4. Coloque prazos
Metas sem prazo para serem alcançadas também podem favorecer a acomodação da equipe e da empresa como um todo. Por isso, sempre considere seus recursos e, com base nisso, estipule um prazo para que suas metas sejam cumpridas.

5. Entenda e explique as metas
Mais importante do que definir metas é entender as razões por trás delas e quais retornos elas podem trazer para a empresa e para os colaboradores. Faça com que todos os envolvidos no trabalho entendam a importância dessas metas para que, assim, queiram contribuir verdadeiramente com seu alcance.
Gostou das dicas sobre como definir as metas para sua equipe? Deixe seu comentário! Read article →

Como usar Datas Comemorativas para promover seu negócio

Como usar Datas Comemorativas para promover seu negócio Datas comemorativas são ocasiões perfeitas para as marcas criarem uma relação de proximidade com seus clientes — seja por meio de uma ação publicitária específica, a realização de um evento ou a divulgação de uma promoção especial. Trata-se de uma excelente oportunidade de a empresa mostrar que está acompanhando os acontecimentos, sempre pensando no melhor para o consumidor.
Para empresas que trabalham com material promocional impresso, as datas comemorativas exigem um pouco mais de atenção no momento do planejamento. Isso porque é preciso considerar não apenas o tempo necessário para a criação, mas para a impressão do projeto e acabamento dos materiais que serão utilizados.
Confira, a seguir, algumas dicas de como aproveitar as datas comemorativas para criar campanhas promocionais de sucesso:

Monte um calendário
Em geral, o mercado possui cinco datas comemorativas consideradas principais: Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal. Embora seja importante realizar ações nessas épocas do ano, existem diversas outras datas que podem ser mais interessantes para seu nicho — e que, por serem consideradas menos importantes, são menos exploradas pela concorrência.
Portanto, mapeie as datas comemorativas que podem impactar seu negócio e faça um calendário que servirá como guia para suas campanhas. Aproveite as celebrações menos conhecidas para se destacar.

Planeje antecipadamente
Com seu calendário de ações em mãos, comece a planejar seu material com antecedência, de modo que esteja tudo pronto e devidamente impresso quando a data estiver se aproximando. Tenha o cuidado de criar peças publicitárias que tenham a cara da sua marca e que façam referência ou tenham relação com a data que está sendo celebrada.

Esteja preparado para a demanda
Se você está oferecendo uma promoção ou comercializa um produto que se torna mais atrativo na data em questão (como chocolates, que são muito procurados no Dia das Mães, Páscoa e Dia dos Namorados), esteja preparado para atender um possível aumento da demanda. Jamais lance uma campanha se você não for dar conta dos pedidos, pois isso pode deixar os consumidores decepcionados e irritados com sua marca.

Inove
Seus concorrentes certamente também estão planejando campanhas baseadas nos eventos comemorativos. Por isso, faça o possível para inovar não apenas na maneira como você faz suas campanhas, mas no tipo de desconto, brinde ou promoção oferecido.
Trabalhamos com brindes personalizados, além de uma variedade de acabamentos diferenciados, que garantem o melhor material impresso para aproveitar datas comemorativas no seu negócio. Entre em contato conosco e saiba mais! Read article →

5 metas que todo empreendedor deve ter para este ano

5 metas que todo empreendedor deve ter para este ano Se dedicar ao empreendedorismo é uma tarefa que exige muita dedicação, disciplina, resiliência e planejamento. Para aumentar as chances de que os negócios aconteçam conforme o esperado, é fundamental estabelecer as metas que deverão ser alcançadas ao longo do ano de trabalho.
O estabelecimento de metas é uma estratégia que mantém o empreendedor focado em suas ações, uma vez que ele passa a direcionar suas ações ao cumprimento desses compromissos. Além disso, as metas servem como um excelente parâmetro para avaliar o sucesso alcançado em determinado período de tempo, indicando onde é preciso melhorar e se dedicar mais no ano seguinte.
Vale lembrar, entretanto, que apenas o estabelecimento de metas não garante o sucesso de um negócio: é preciso que elas sejam condizentes com a realidade, sejam mensuráveis e tenham prazo para serem cumpridas, de modo a evitar que você se acomode ou acabe induzindo seu próprio fracasso. Para te ajudar na tarefa de estipular as metas para seu negócio, confira a lista a seguir:

5 metas essenciais para empreendedores em 2017
1. Organizar as tarefas e otimizar o tempo
O primeiro passo para conseguir cumprir as promessas, metas e objetivos do ano é saber organizar o tempo da melhor maneira possível. Para isso, a dica é dividir suas tarefas de acordo com prioridade e nível de complexidade, organizando seus dias de trabalho de modo a realizar tudo sem procrastinar e sem esquecer de nada.

2. Ouvir o que o cliente tem a dizer
Entender as necessidades e anseios do consumidor é essencial para que uma empresa consiga entregar justamente aquilo que o cliente necessita e deseja. Esta é uma ação que garante clientes fidelizados e satisfeitos, permitindo que o empreendimento cresça e se destaque em meio à concorrência. Portanto, estabeleça um relacionamento com seu cliente e esteja sempre disposto a ouvir o que ele tem a dizer.


3. Estreitar laços com os colaboradores

Ouvir os colaboradores da empresa é tão importante quanto se relacionar com os clientes. Isso porque funcionários satisfeitos geralmente estão mais dispostos a realizar suas tarefas com maestria e produtividade. Converse com seus colaboradores, veja o que a empresa pode fazer por ele, valorize pontos fortes, elogie sempre e faça o possível para não deixar o trabalho automatizado.

4. Investir em capacitação
Sempre invista na capacitação dos seus funcionários, de modo a garantir que eles se desenvolvam e cresçam junto com a empresa. Este aperfeiçoamento pode ser feito de diversas maneiras: por meio de feedbacks, cursos, palestras, intercâmbio entre filiais e incentivo à leitura. Não esqueça que você também precisa estar em constante evolução e faça com que a capacitação também abranja suas habilidades como empreendedor e gestor.

5. Cuidar da saúde
Manter a saúde em dia é essencial para que você consiga se dedicar aos negócios com afinco e produtividade. Esqueça a ideia de que é preciso trabalhar o máximo de horas que você aguentar e reserve tempo para praticar exercícios, meditar, dormir com qualidade e se alimentar adequadamente.
E aí, quais são as suas metas para esse ano? Deixe nos comentários! Read article →

7 dicas poderosas para falar bem em público

7 dicas poderosas para falar bem em público Para algumas pessoas, apenas a ideia de falar em público já causa pânico e temor. Em geral, esse medo está associado ao medo de ser julgado e criticado em uma situação de exposição. Para falar bem em público, é preciso enfrentar esse medo de errar e, a partir daí, aliar algumas técnicas de comunicação.

Dicas poderosas para falar em público
1.Prepare seu discurso
Ao preparar seu discurso, estude bastante o tema da sua apresentação. Para isso, leia, escreva, pesquise e fale sobre o assunto com outras pessoas. Aprofunde seu conhecimento a respeito do tema até que você se sinta confortável ao falar sobre ele. Quanto mais você souber sobre o assunto, mais seguro você sentirá.

2. Conheça seu público
Conheça o nível intelectual de seu público, bem como sua faixa etária e seu conhecimento a respeito do assunto que será apresentado. Com essas informações, você conseguirá direcionar sua comunicação e sua fala para prender a atenção do público e passar sua mensagem de maneira mais eficiente, sem ficar repetindo o que já é de conhecimento do seu público.

3. Tenha um roteiro de apoio
Por mais que você tenha uma boa memória e conheça bem sua apresentação, podem acontecer imprevistos que tirem sua linha de raciocínio. Para que isso não se torne um problema, elabore um roteiro com as principais etapas da sua apresentação e algumas frases que resumam as ideias que serão apresentadas. Assim, você terá um material para guiar sua apresentação e evitar que alguma informação importante fique de fora.

4. Treine sua apresentação
Peça ajuda para seus amigos e mostre sua apresentação a eles, treinando seu discurso. É importante falar em voz alta para aprender como controlar sua respiração, fluxo de palavras, entonação e expressão corporal. Se preferir, treine primeiro em frente a um espelho até se sentir confortável para falar na frente de outras pessoas.

5. Valorize suas qualidades
Identifique suas maiores aptidões e saiba usá-las para aprimorar seu discurso. Caso você seja simpático e engraçado, por exemplo, aproveite isso em sua apresentação para ganhar a simpatia do público.

6. Use recursos para apoiar seu discurso
Alguns estudos apontam que o auxílio de recursos visuais fazem com que as pessoas lembrem de até 65% do que foi transmitido, enquanto exposições meramente verbais fazem com que o público absorva apenas 10% do conteúdo. Por isso, aposte em recursos complementares para potencializar sua apresentação. Tome cuidado, apenas, para que os recursos não sejam exagerados e não acabem se tornando o centro da sua apresentação.

7. Relaxe
Antes de dar início à sua apresentação, dedique alguns minutos para relaxar, respirar fundo e mandar a ansiedade para longe. Lembre-se que você está preparado para falar em público e dispõe de todo o material e conhecimento necessários para esta tarefa.
Para uma apresentação de qualidade, também é importante você contar com um material de apoio, que transmita clareza, conhecimento e profissionalismo. Temos uma equipe à disposição para providenciar o material completo da sua apresentação! Entre em contato conosco: www.alphagraphics.com.br
E aí, tem alguma dica para falar bem em público, que não citamos aqui? Compartilhe conosco! Read article →