Alphagraphics blog

Tag: empreendedorismo

Lean Startup: o que é e como aplicar negócios

Lean Startup: o que é e como aplicar negócios Criada por Eric Ries, famoso empreendedor do Vale do Silício, a Lean Startup em tradução literal significa “startup enxuta”. Desta forma, essa nova modalidade administrativa traz para as startups processos mais objetivos e eficientes, utilizando apenas recursos disponíveis, sem gastar muito dinheiro.
Uma das principais premissas da Lean Startup é de que “quanto maior a velocidade e menor o custo de cada iteração (repetição), maiores são as chances de um novo negócio dar certo” - deixando de lado o conceito tradicional de gestão, para dar espaço para um processo que defende novas experimentações e a opinião do cliente.
Seguindo a linha de raciocínio do criador do conceito Eric Ries, essa metodologia possui alguns princípios fundamentais que formam sua base:


Mínimo Produto Viável (MPV): consegue reter muito mais informações e aprende sobre as necessidades e expectativas do cliente final;
Deploy Contínuo: desenvolve novos recursos e os disponibiliza em tempo reduzido para que a avaliação do cliente seja feita de forma rápida;
Teste A/B: disponibiliza no mercado duas versões do produto final, com o intuito de ver como os clientes reagem sobre os diferentes modelos do produto;
Métricas Acionáveis: oferecem todas as informações necessárias para que a gestão possa tomar decisões sobre o negócio;
Pivot: pode ser visto como uma nova hipótese estratégica, exigindo uma mudança completa no curso de um produto.

Além disso, o conceito baseia-se na combinação de três pilares extremamente importantes, que são:


Customer Development: avalia e testa todas as hipóteses das startups sobre os clientes, produtos e mercado;
Desenvolvimento Ágil: emprego das metodologias como Extreme Programming (XP) e Scrum que colaboram para a redução de tempo de cada repetição de desenvolvimento, ampliando a velocidade do aprendizado por meio do feedback dos clientes da startup;
Uso da Tecnologia: é essencial que as startups utilizem a tecnologia a seu favor durante a realização de todos os processos. Pode-se destacar a utilização de serviços, frameworks e redes sociais, que apresentam menor custo, permitem o desenvolvimento e o crescimento ágil da startup.

Por que aplicar o conceito nos negócios?
Essa nova metodologia é uma ótima opção para ser adotada nos negócios, pois auxilia no desenvolvimento e lançamento de novos produtos no mercado. Para entender melhor do porque aplicar o conceito em sua empresa, veja abaixo alguns dos principais motivos:


Deixam todos os processos internos e externos muito mais rápidos e organizados;
A organização fica muito mais maleável e eficiente;
Possibilitam descobrir o que está e o que não está dando certo, para que novas estratégias sejam adotadas;
Facilitam a descoberta e a exclusão das fontes de desperdício dentro da startup;
Dão a possibilidade da startup ter novas experimentações e insights através dos feedbacks dos clientes.

Claro que não existe a fórmula do sucesso, entretanto, o conceito pode ser bastante eficaz para o seu negócio. Afinal, o método ajuda as empresas a testarem suas ideias com muito mais rapidez e eficiência.
E aí, você já conhecia esse método? Deixe sua opinião nos comentários! Read article →

5 livros que todo empreendedor deveria ler

5 livros que todo empreendedor deveria ler Alcançar o sucesso como empreendedor é uma tarefa árdua, que exige muita persistência, paciência, disciplina e dedicação. Na medida em que a empresa e os lucros vão crescendo, é necessário que o empresário adquira novas habilidades e competências para continuar administrando seu negócio de maneira eficiente, inovando sempre que possível.
A capacitação profissional é fundamental para que o empreendedor esteja devidamente preparado para tomar decisões importantes, motivar seus colaboradores e conquistar o mercado. A formação de um empreendedor é um processo contínuo, uma vez que este tipo de profissional precisa acompanhar tudo o que acontece no mundo dos negócios e estar sempre à frente de seus concorrentes.
Uma das melhores maneiras de se manter em constante aprendizado é por meio da leitura. Para te ajudar nessa jornada, separamos 5 livros que não podem faltar na biblioteca de qualquer empreendedor. Confira:

5 livros obrigatórios para qualquer empreendedor
1. Trabalhe 4 horas por semana — Tim Ferris
5 livros que todo empreendedor deveria ler 1

Embora o título deste livro pareça um pouco preguiçoso, a proposta do autor não é a de trabalhar menos, mas trabalhar com qualidade. Ao longo das páginas, Tim Ferris fala sobre a importância de aproveitar o tempo da melhor maneira possível, com produtividade elevada e tempo livre para aproveitar a vida e se desenvolver cada vez mais como empreendedor.
2. Startup Brasil — Pedro Mello e Marina Vidigal
5 livros que todo empreendedor deveria ler 2
Este livro reúne a história de alguns empreendedores brasileiros bem-sucedidos, responsáveis pelo sucesso de marcas como O Boticário, Cacau Show, Buscapé e Turma da Mônica. Com diversas entrevistas, a obra tem o objetivo de ser um guia para aqueles que desejam se aventurar pelo mundo do empreendedorismo.

3. Investidor Anjo — Cassio Spina
5 livros que todo empreendedor deveria ler 3
Fundador da organização Anjos do Brasil, o autor explica o conceito de Investidor-Anjo — um investidor que aposta em projetos e organizações que ainda estão começando. Spina explica como esta relação funciona, orientando tanto empreendedores como investidores a respeito da melhor forma de proceder e negociar.

4. Foco – Daniel Goleman
5 livros que todo empreendedor deveria ler 4
Famoso pelo livro Inteligência Emocional, um clássico responsável por popularizar a ideia de que é fundamental saber controlar as emoções para ter sucesso na vida e na carreira, Daniel Goleman aborda a importância de manter o foco e a atenção. De acordo com o autor, as pessoas não sabem gerenciar as distrações da tecnologia e acabam perdendo o foco no trabalho. Para solucionar o problema, Goleman dá dicas de como melhorar a capacidade de concentração.

 5. A Arte da Guerra – Sun Tzu
5 livros que todo empreendedor deveria ler 5
Embora este livro tenha sido escrito com base em estratégias militares, os ensinamentos da famosa obra do general e filósofo chinês podem ser facilmente adaptados para o mundo dos negócios. Com 13 capítulos concisos e diretos, Arte da Guerra traz dicas preciosas a respeito de estratégia e busca pelo sucesso — seja em batalha ou no âmbito profissional.
A AlphaGraphics acredita no poder da leitura para alcançar o sucesso nos negócios e na vida pessoal, por isso temos o programa Incentivo à Leitura, no qual nossos funcionários são recompensados por lerem cada vez mais livros e compartilharem as informações que aprendem em cada nova leitura. Além disso, por meio do agBook, incentivamos novos autores independentes a editarem e publicarem seus livros online.
E aí, você já leu algum desses livros acima? Conte pra gente nos comentários! Read article →

O que é uma Startup e sua Influência nos Negócios

O que é uma Startup e sua Influência nos Negócios Embora seja muito usado nos Estados Unidos há algumas décadas, o termo “startup” só começou a ser amplamente usado no Brasil há pouco tempo. Inicialmente, esta era uma palavra que significava um grupo de pessoas trabalhando com uma ideia inovadora, com o intuito de obter lucros. Porém, o termo também é frequentemente aplicado para definir a ação de criar uma empresa e colocá-la em funcionamento.
Muitas pessoas consideram que todas as empresas que se encontram em seus primeiros meses de vida podem ser chamadas de startup, enquanto há quem diga que uma startup é um empreendimento que exige baixos custos de manutenção e tem capacidade de crescer de maneira acelerada e gerar lucros. Embora este seja um termo amplo e variável, a definição mais aceita atualmente é: startup é um modelo de negócio repetível e escalável, que cria algo novo em um cenário de incerteza.
Em outras palavras, a startup é uma empresa em processo de implementação, voltada para a geração de um trabalho inovador. Esses empreendimentos geralmente são criados com excelentes perspectivas financeiras e com boas projeções de lucros e crescimento. Por conta dessas características, é muito comum que uma startup seja comprada precocemente por uma grande empresa, justamente por conta de seu potencial inovador.

Qual a importância das startups para o mercado?
O mercado de startups tem crescido muito nos últimos anos, se mantendo aquecido mesmo durante o período de crise econômica enfrentada pelo Brasil. De acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), o setor de startups gera mais de 53 mil empregos no País e fatura cerca de 15 bilhões anuais.
Além de impulsionar a economia, a presença das startups no mercado contribui para a flexibilidade dos negócios, para uma maior agilidade na inovação de produtos e serviços, para o crescimento do empreendedorismo no País e para o aumento do dinamismo do mercado como um todo.
Vale destacar que o crescimento do empreendedorismo e da inovação é responsável por ampliar a exploração de áreas de mercado, incentivando a adoção de práticas cada vez mais modernas e mais vantajosas tanto para o consumidor quanto para as empresas, que se mantêm em constante inovação e crescimento. Por serem baseadas justamente na busca por práticas inovadoras, as startups contribuem significativamente para este processo de desenvolvimento.
A AlphaGraphics, por exemplo,  aproveita a agilidade das startups para lançar novos produtos e serviços. Semanalmente, nosso CEO, Rodrigo Abreu, faz um levantamento das parcerias que a rede mantém com diversas startups. Clique aqui para conferir a matéria completa sobre essas parcerias na Revista Exame PME.
E aí, qual sua opinião sobre a influência das startups nos negócios? Deixe seu comentário! Read article →

5 metas que todo empreendedor deve ter para este ano

5 metas que todo empreendedor deve ter para este ano Se dedicar ao empreendedorismo é uma tarefa que exige muita dedicação, disciplina, resiliência e planejamento. Para aumentar as chances de que os negócios aconteçam conforme o esperado, é fundamental estabelecer as metas que deverão ser alcançadas ao longo do ano de trabalho.
O estabelecimento de metas é uma estratégia que mantém o empreendedor focado em suas ações, uma vez que ele passa a direcionar suas ações ao cumprimento desses compromissos. Além disso, as metas servem como um excelente parâmetro para avaliar o sucesso alcançado em determinado período de tempo, indicando onde é preciso melhorar e se dedicar mais no ano seguinte.
Vale lembrar, entretanto, que apenas o estabelecimento de metas não garante o sucesso de um negócio: é preciso que elas sejam condizentes com a realidade, sejam mensuráveis e tenham prazo para serem cumpridas, de modo a evitar que você se acomode ou acabe induzindo seu próprio fracasso. Para te ajudar na tarefa de estipular as metas para seu negócio, confira a lista a seguir:

5 metas essenciais para empreendedores em 2017
1. Organizar as tarefas e otimizar o tempo
O primeiro passo para conseguir cumprir as promessas, metas e objetivos do ano é saber organizar o tempo da melhor maneira possível. Para isso, a dica é dividir suas tarefas de acordo com prioridade e nível de complexidade, organizando seus dias de trabalho de modo a realizar tudo sem procrastinar e sem esquecer de nada.

2. Ouvir o que o cliente tem a dizer
Entender as necessidades e anseios do consumidor é essencial para que uma empresa consiga entregar justamente aquilo que o cliente necessita e deseja. Esta é uma ação que garante clientes fidelizados e satisfeitos, permitindo que o empreendimento cresça e se destaque em meio à concorrência. Portanto, estabeleça um relacionamento com seu cliente e esteja sempre disposto a ouvir o que ele tem a dizer.


3. Estreitar laços com os colaboradores

Ouvir os colaboradores da empresa é tão importante quanto se relacionar com os clientes. Isso porque funcionários satisfeitos geralmente estão mais dispostos a realizar suas tarefas com maestria e produtividade. Converse com seus colaboradores, veja o que a empresa pode fazer por ele, valorize pontos fortes, elogie sempre e faça o possível para não deixar o trabalho automatizado.

4. Investir em capacitação
Sempre invista na capacitação dos seus funcionários, de modo a garantir que eles se desenvolvam e cresçam junto com a empresa. Este aperfeiçoamento pode ser feito de diversas maneiras: por meio de feedbacks, cursos, palestras, intercâmbio entre filiais e incentivo à leitura. Não esqueça que você também precisa estar em constante evolução e faça com que a capacitação também abranja suas habilidades como empreendedor e gestor.

5. Cuidar da saúde
Manter a saúde em dia é essencial para que você consiga se dedicar aos negócios com afinco e produtividade. Esqueça a ideia de que é preciso trabalhar o máximo de horas que você aguentar e reserve tempo para praticar exercícios, meditar, dormir com qualidade e se alimentar adequadamente.
E aí, quais são as suas metas para esse ano? Deixe nos comentários! Read article →

5 lições de liderança que você pode tirar do esporte

5 lições de liderança que você pode tirar do esporte Muitos empreendedores consideram que os esportes são uma metáfora perfeita para os negócios. Isso porque, para alcançar o sucesso em qualquer uma dessas áreas, é preciso muita dedicação, determinação, força de vontade, superação, treinamento, objetivos bem definidos, inteligência emocional, disposição para correr riscos e capacidade de trabalhar em equipe.
Por conta dessas semelhanças, observar o mundo dos esportes pode ser uma excelente maneira de aprender e desenvolver suas habilidades de liderança. Confira, a seguir, algumas das principais lições de liderança que podemos tirar do esporte:

1. Aprender com os resultados
Qualquer campeão está sujeito a perder um jogo. As derrotas, porém, não devem ser vistas como um evento trágico a ser lamentado: cada erro ou falha deve ser visto como uma oportunidade para se preparar melhor e tentar novamente. Jamais encare uma derrota como um fracasso: em vez disso, batalhe para fazer diferente e sair vitorioso em uma próxima ocasião.

2. Saber lidar com condições adversas
Um jogo não é cancelado por conta de uma chuva, problema de saúde de um único jogador ou qualquer outro imprevisto, e saber lidar com as condições adversas é fundamental para sair vitorioso no esporte ou no empreendedorismo. Portanto, esteja preparado para lidar com imprevistos, tenha panos alternativos e jamais desista logo que aparecer o primeiro obstáculo em seu caminho.

3. Trabalhar em equipe
Uma equipe esportiva é formada por jogadores que possuem habilidades diferentes, mas que se complementam dentro do jogo. Uma equipe de trabalho funciona da mesma maneira, e cabe justamente ao líder promover a diversidade e saber identificar os pontos fortes de cada colaborador para, assim, formar um time corporativo completo e competitivo.

4. A importância do autoconhecimento
É fundamental que um atleta conheça seus pontos fortes e fracos, de modo a explorá-los em seu favor e desenvolver as habilidades que ainda estão deixando a desejar. Quem ocupa uma posição de liderança também deve desenvolver o autoconhecimento, entendendo seus limites, suas deficiências e suas potencialidades. Isso também vale para a maneira como ele gere a equipe: é importante conhecer bem cada membro do time, aproveitando o melhor das capacidades individuais para alcançar os melhores resultados.

5.Treinar e sempre tentar ser melhor do que antes
Um esportista de alta performance está sempre tentando melhorar suas marcas, bater recordes e conquistar novas medalhas. Para isso, ele precisa treinar muito e desafiar a si mesmo todos os dias. Um líder deve fazer o mesmo com sua equipe de trabalho: estimular o desenvolvimento de novas habilidades, o aprendizado contínuo e levar seus liderados a vitórias cada vez maiores e mais importantes.
E aí, tem outras dicas de liderança, que você já tirou do esporte? Deixe seu comentário! Read article →

Você está sabotando seu negócio?

Você está sabotando seu negócio? O sucesso de um empreendimento depende diretamente da atitude do empreendedor, que precisa enxergar as oportunidades que o mercado oferece. Ter capacidade de decisão, estar sempre preparado para enfrentar os desafios que surgirem ao longo de sua jornada e ter disposição para seguir em frente mesmo quando os negócios não estão indo tão bem quanto o desejado.
Muitas vezes, porém, as ações do empreendedor acabam sabotando a empresa e boicotando as chances de fazer o negócio crescer e alcançar seus objetivos. Conheça, a seguir, quais são as principais formas de auto sabotar seu negócio e como evitá-las.

5 formas de sabotar seu negócio
1.Não planejar
Planejar antecipadamente e elaborar um Plano de Negócios são atitudes fundamentais para o sucesso de um empreendimento. É justamente durante as etapas de planejamento que serão definidas as metas e ações que deverão ser cumpridas a curto, médio e longo prazo. A partir daí você saberá o caminho a ser trilhado até o sucesso e poderá identificar se os negócios estão saindo conforme o esperado.

2. Acreditar que já sabe o suficiente
Gerenciar uma empresa, alcançar sucesso e se manter no topo é uma tarefa que exige não apenas conhecimento técnico, mas estudo de mercado, habilidade de administração e compreensão da legislação. Uma vez que o mercado, as leis e as pessoas estão em constante mudança, o segredo para manter o negócio funcionando é a capacitação constante.

3. Não investir em marketing
Uma eficiente estratégia de comunicação e divulgação deve ser adotada para empresas de todos os segmentos e portes, garantindo que o consumidor conheça sua empresa e seu trabalho. Um empreendimento que não investe em marketing ficará sempre à sombra, especialmente em uma realidade em que a comunicação é tão ágil e presente.

4. Não confiar em sua equipe
Um empreendedor que não confia no trabalho de sua equipe cria um ambiente organizacional pesado e prejudicial aos negócios. Em vez de tentar fazer tudo sozinho, invista em capacitação para seus funcionários e sempre mantenha canais de comunicação abertos para que os colaboradores expressem suas dúvidas e apresentem ideias inovadoras.

5. Ignorar a concorrência
O mercado é muito concorrido, independentemente do segmento de atuação da sua empresa. Conhecer a concorrência e acompanhar tudo o que ela está fazendo é importante para que você saiba identificar se está ficando para trás e onde é preciso melhorar para conquistar o mercado.
Muitas vezes, por estarmos tão inseridos no negócio, não conseguimos identificar esses problemas. Entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar! Read article →

10 maneiras efetivas de se tornar um empreendedor de sucesso

10 maneiras efetivas de se tornar um empreendedor de sucesso Todo empreendimento nasce a partir de um sonho, que pode ser baseado na vontade de alcançar independência profissional, ganhar dinheiro fazendo o que gosta, construir um futuro a partir de algo em que acredite ou até mesmo estar associado à realização pessoal e profissional.
Abrir um negócio próprio, entretanto, não é uma tarefa simples e requer muita dedicação, trabalho e disciplina. Quem decide se aventurar pelo universo do empreendedorismo nem sempre está totalmente preparado para esta empreitada, sobretudo quando o empresário ainda está começando no mundo dos negócios.
Para ajudar os empreendedores nessa jornada, vale a pena anotar as dez dicas a seguir de como se tornar um empreendedor de sucesso:

1. Tenha iniciativa
Não adianta ter uma ideia muito boa, mas que não passa disso: uma ideia no papel. O mais importante para ser um empreendedor de sucesso não é a boa ideia, mas sua capacidade de levá-la adiante e fazer com que ela se torne realidade.

2. Saiba calcular riscos
Embora um empreendedor de sucesso seja caracterizado por sua capacidade de inovar e assumir riscos, é necessário ter discernimento para calcular os riscos associados ao empreendimento e não tomar decisões precipitadas, imprudentes ou baseadas somente na intuição. Seja sempre sensato e racional.

3. Pesquise
Pesquisar e conhecer profundamente o mercado em que você pretende atuar é fundamental para que você mantenha seu empreendimento sempre dentro da margem de realidade e tenha força perante a concorrência. A pesquisa de mercado deve começar a ser feita antes do lançamento da empresa e ser uma ação constante ao longo da administração do negócio.

4. Planeje
Agir sem planejar pode trazer muita dor de cabeça desnecessária. Por isso, dedique seu tempo para planejar as melhores ações para o empreendimento, sempre se baseando nas pesquisas realizadas na etapa anterior.

5. Não fique preso A ideias fixas
Embora planejar seja importante, se manter preso ao plano pode ser um erro fatal. Tenha em mente que empreender também envolve imprevistos, o que pode fazer com que você tenha que recorrer a planos alternativos. Seja flexível e saiba se adaptar às necessidades do mercado sem insistir em ideias que já deram errado.

6. Conheça seu produto ou serviço
Conheça profundamente aquilo que você oferece a seus clientes, de modo a poder oferecer soluções reais para suas necessidades. Além disso, esteja sempre atualizado com o mercado e disposto a ampliar seus conhecimentos a respeito do assunto com que trabalha.

7. Saiba aprender com os erros
Ao empreender, você inevitavelmente cometerá erros e acertos. Os fracassos, porém, jamais devem ser vistos de maneira negativa: eles sempre trazem algum tipo de aprendizado que poderá te ajudar a crescer e alcançar o sucesso como empreendedor.

8. Converse com seus clientes e amigos
A melhor maneira de descobrir o que está dando certo e o que você está fazendo de errado é por meio do feedback de seus consumidores. Por isso, converse com seus clientes, com seus amigos e com seus familiares, de modo a obter um retorno sincero — mesmo que negativo — sobre como seu negócio está se saindo.

9. Não tente fazer tudo sozinho
A vida de um empreendedor pode ser muito solitária, o que nem sempre é positivo para os negócios. Em vez de tentar fazer tudo sozinho e assumir todas as responsabilidades, encontre alguém para trocar experiências e agregar novas ideias a seu negócio.

10. Seja persistente
Empreender exige muita persistência para lidar com fracassos, superar obstáculos e seguir em frente mesmo diante de situações desfavoráveis. Apesar disso, também é fundamental saber diferenciar persistência com teimosia: não insista em um produto ou uma estratégia que está dando errado, por exemplo, preferindo adotar outra abordagem sem desistir de sua empresa.
Quer começar a empreender e não sabe como? Veja como se tornar uma franquia AlphaGraphics. Read article →

Você sabe como inovar no seu negócio?

Você sabe como inovar no seu negócio?
Embora a maioria das pessoas associe “inovação” ao crescimento tecnológico, inovar significa reinventar os processos internos da empresa e identificar oportunidades de aprimorar o trabalho, reduzindo custos. Trata-se de uma postura importante para qualquer tipo de negócio, fazendo com que ele se destaque no mercado.
Inovar é abordar o problema a partir de outro ponto de vista, implementar métodos diferenciados, aprender novas maneiras de realizar processos e deixar para trás o que não funciona. A inovação pode levar a empresa a outro patamar, aumentando suas vantagens competitivas e garantindo o sucesso da organização.
Investir em inovação, entretanto, não é uma tarefa simples: é preciso se livrar de padrões e estereótipos, além de ter coragem para arriscar e implementar mudanças. Você sabe como fazer isso? Confira algumas dicas a seguir:

Dicas para inovar no seu negócio
EXPERIMENTE
Comece fazendo pequenas mudanças, em caráter de teste, e avalie os resultados. Esta é uma excelente maneira de experimentar métodos de implantar a inovação, perdendo o medo de fazer grandes mudanças.
ESTIMULE A CRIATIVIDADE
É importante que a inovação se torne parte da política da empresa, em que todos os colaboradores se sintam seguros e estimulados a desenvolver soluções criativas e inovadoraspara melhorar os processos internos e os negócios.
No vídeo abaixo, nosso CEO Rodrigo Abreu dá algumas dicas de como dar um gás na criatividade;


INVISTA
Jamais encare a inovação como uma despesa: ela é um investimento que traz crescimento e desenvolve seu negócio.
SAIBA OUVIR
Clientes, colaboradores e fornecedores podem oferecer diferentes visões sobre sua empresa. Vale a pena conhecer as opiniões e sugestões de todas as pessoas envolvidas com sua empresa, pois elas certamente podem apontar mudanças interessantes e que podem ser facilmente implementadas.
FIQUE DE OLHO NA CONCORRÊNCIA
Acompanhar o que seus concorrentes estão fazendo é essencial para identificar se você está ficando para trás em termos de inovação e se é possível fazer algo diferente do que aquilo que todos estão oferecendo.
E aí, você realmente busca inovar sempre no seu negócio? Deixe seu comentário! Read article →

7 dicas para seu site gerar mais vendas

7 dicas para seu site gerar mais vendas
Aumentar a taxa de conversão é um dos maiores desafios enfrentados por empresas que atuam no ambiente online. Isso porque é necessário se destacar entre centenas de outros sites parecidos, conquistar o cliente por meio do conteúdo e ainda oferecer um produto ou serviço que atenda às expectativas e necessidades deste cliente.
Fazer tudo isso não é uma tarefa simples, mas existem alguns cuidados que poderão te ajudar a fazer com que seu site gere mais vendas. Saiba quais são a seguir:

7 dicas essenciais para aumentar as vendas do seu site
1.  Adote uma comunicação direta e sincera
Estabelecer uma boa comunicação com o cliente é o primeiro passo para concretizar a venda. Por isso, vá direto ao ponto e mostre o que sua empresa está oferecendo, apontando os benefícios e resultados do seu serviço ou produto. Jamais tente enrolar o cliente ou oferecer vantagens que você não é capaz de entregar.

2.  Ofereça diferentes opções de pagamento
É muito comum que um cliente desista da compra por causa da ausência de facilidades na hora de realizar o pagamento. Para evitar que isso aconteça, favoreça os consumidores com diferentes opções de pagamento e possibilidades de parcelamento. Além da utilização do cartão de crédito, vale a pena apostar em boletos e transferências bancárias.

3.  Desenvolva um ambiente seguro
Muitas pessoas ainda têm medo ou dúvidas na hora de realizar comprar pela internet. Para minimizar essa sensação de insegurança, você deve deixar apresentar detalhadamente as formas e regras de pagamento, oferecendo garantias de que o cliente não será prejudicado ao fazer negócios com sua empresa. A forma mais comum de fazer isso é oferecendo a possibilidade do cliente receber seu dinheiro de volta.
Também vale a pena apostar em certificações digitais que comprovem que seu site é um ambiente seguro e confiável.

4.  Facilite a navegação e a compra
Aposte em um site de aparência minimalista e navegação intuitiva, garantindo que o cliente não seja bombardeado com diversas informações irrelevantes e descomplicando o processo de compra.

5.  Venda a imagem da sua empresa junto com os produtos
Muitos clientes adquirem produtos e serviços por causa do valor agregado, e não necessariamente pelo produto em si. Por isso, invista em na boa imagem da sua empresa, fazendo com que o consumidor tenha uma percepção positiva sobre seu produto, enxergando qualidades e benefícios que ele não possui de maneira direta.

6.  Aposte na experiência e nos relacionamentos
A boa experiência de compra é um importante diferencial para seu site e ajuda na construção de um relacionamento duradouro com os clientes. Tenha em mente que a experiência é quase tão importante quanto a qualidade do produto oferecido, e seja muito atencioso na hora de se relacionar com o consumidor.

7.  Realize promoções e ofertas diferenciadas
Aproveitar oportunidades e lançar promoções estratégicas é uma técnica que pode aumentar significativamente suas vendas. Avalie se o seu produto ou serviço combina mais com determinada época do ano ou data comemorativa e invista em promoções justamente nesse período.
Outra ação muito eficiente é criar ofertas diferenciadas para quem já é cliente ou para quem está realizando a primeira compra, incentivando o cliente a fazer negócios com sua empresa.
E você, aplica algumas dessas ações na sua empresa? Comente abaixo suas dúvidas sobre como aumentar suas vendas e iremos ajudar! Read article →

5 passos para criar um Plano de Marketing

5 passos para criar um Plano de Marketing
O Plano de Marketing é uma ferramenta de gestão que contribui para o crescimento e desenvolvimento de uma empresa ou marca. Trata-se de um documento que detalha todas as ações necessárias para atingir um ou mais objetivos de marketing, indicando estratégias a serem adotadas e objetivos que deverão ser cumpridos.
Um bom plano de marketing deve estar pautado em uma sólida estratégia que inclui números, fatos e objetivos. Este é o plano de ação que vai te ajudar a aumentar o número de vendas, auxiliar no controle dos gastos e basear a definição de metas e objetivos a serem alçados.
Confira, a seguir, os cinco passos para a criação de um Plano de Marketing:

1. Analise a situação atual
Comece definindo claramente o que é sua empresa e o que ela tem a oferecer, identificando os benefícios e diferenciais de seu negócio. Analise seus pontos fortes e fracos, bem como as oportunidades do mercado e as ameaças externas.
Coloque todas essas informações no papel, de modo a ter um panorama completo da atual situação da sua empresa e do mercado em que ela atua.

2. Entenda seu público-alvo
Identifique e descreva o perfil de seus clientes, apontando características como: idade, gênero, composição familiar, salário, estilo de vida e localização geográfica. Além disso, avalie o perfil psicológico do consumidor, de modo a compreender suas necessidades, anseios e preferências.

3. Liste seus objetivos de marketing
O que você pretende alcançar com o Plano de Marketing? Faça uma pequena lista com seus objetivos, ações necessárias para alcança-los e com as pessoas envolvidas no processo. Faça com que os objetivos sejam mensuráveis, garantindo que você saiba exatamente quando cumpriu as metas estipuladas.

4. Desenvolva estratégias
Este é o momento de detalhar sua estratégia de marketing e todas as ações táticas que você vai usar para conquistar os clientes e alcançar os objetivos traçados nas etapas anteriores. Considere todas as possibilidades de ação de marketing, sempre avaliando qual será mais efetiva para o perfil do seu público.
Uma boa maneira de identificar a melhor estratégia para seu negócio é descobrindo qual mídia o cliente mais utiliza para obter informações associadas ao mercado em que seu produto está inserido. A partir daí, estabeleça as ações ideais para o tipo de mídia escolhido.

5. Defina seu orçamento e cronograma
Por fim, defina quanto você quer e pode investir em recursos de marketing, dedicando um percentual de seus lucros para o financiamento dessas ações. Além disso, estabeleça um cronograma que permita o monitoramento dos resultados e dos recursos utilizados. Esse registro indicará o que está dando certo e quais ações de marketing não devem mais fazer parte do seu próximo planejamento.
E você, já criou seu plano de marketing? Deixe seu comentário! Read article →