O homem do bilhão

Após vender sua participação no Grupo Multi, que fundou e comandou por 25 anos, o empresário Carlos Wizard Martins inicia um ano sabático antes de alçar novos negócios, que ele espera iniciar em 2015. Segundo ele, este ano servirá como um período de reflexão, ponderação e auto-avaliação do período que esteve á frente da holding que controla as escolas de idiomas Wizard, Skill, Yázigi e outras marcas como Microlins e SOS Computadores.

“Penso que todo empreendedor é um eterno caçador de oportunidades e, embora alguns pensem que o trabalho é um mal necessário, para mim o trabalho é uma forma de realização pessoal, é uma fonte geradora de prazer e satisfação.Quando conseguimos unir essa disposição para empreender a uma fórmula de sucesso bem-sucedida, temos a condição ideal”.

Embora não comente em quais áreas pretende atuar a partir do próximo ano, Martins garante que para os novos negócios deve levar consigo os princípios de liderança aprendidos por influência dos missionários mórmons. Entre estes fundamentos está que “o sucesso acontece quando a preparação encontra uma oportunidade; lideramos ou somos liderados; e mais importante que ganhar é saber poupar, quem entende de juros recebe,quem não entende paga”.

De acordo com o empresário, uma das chaves para o sucesso de seus negócios é a participação da família na gestão dos empreendimentos dele. Formados nos Estados Unidos, os dois filhos de Martins contribuem com o crescimento das empresas gestadas por Carlos Martins.

 

“Após a sua formatura eles (filhos) retornarão Brasil com a visão fixa de fazer aquisições, fusões e gerar uma consolidação do mercado de ensino de idiomas. Foi assim que preparamos a empresa para ser adquirida pela britânica Pearson por um valor próximo a R$ 2 bilhões”, comenta ele sobre a maior transação já feita no setor de educação no Brasil.

Uma dica que ele deixa a quem pretende se aventurar no mundo dos negócios é ter foco no cliente e atendê-lo com prontidão, excelência e alegria. “Se a empresa não tiver foco no cliente não terá vida longa. Para isso é necessário criar um time de profissionais qualificados e comprometidos com esse objetivo maior da companhia. Isso requer treinamento, treinamento e mais treinamento”.

FONTE: Revista The MessAGe

Posted by Aline Macedo

Coordenadora de Marketing na AlphaGraphics Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *