Marketing de Conteúdo: tendência ou moda passageira?

O marketing é uma disciplina em constante evolução, que precisa sempre se adaptar às novas tendências da tecnologia, do mercado e de comportamento. Nos últimos anos, uma das principais mudanças foi a adoção em massa dos sites de mídia social. Para os profissionais de marketing, parecia a ferramenta perfeita: com um baixo custo, era possível conversar diretamente com uma audiência gigante e segmentada. Porém, muitos não perceberam que essa nova mídia exigia algo que muitas empresas não sabiam como fazer: produzir conteúdo de qualidade, com frequência. Afinal, de que adianta alcançar milhares de pessoas se você não tem nada a dizer?

 

O Marketing de Conteúdo, então, começou a ganhar importância. Um estudo recente indica que 93% dos profissionais de marketing na América do Norte já utilizam alguma técnica de marketing de conteúdo. Essa não é exatamente uma estratégia inovadora. As empresas praticam essa modalidade há tempos. Um dos exemplos mais antigos é o Guia Michelin, criado em 1.900 e que existe até hoje.

 

A lógica do marketing de conteúdo é simples: produzir conteúdo tão interessante que atrairá novos consumidores e prenderá sua atenção. Costumo fazer uma analogia com a forma com que as plantas espalham suas sementes. Muitas formas de plantas revestem suas sementes de frutos, que usam suas cores, perfumes e sabores para chamar a atenção dos animais. Ao se alimentarem dos frutos, os bichos espalharão suas sementes por outros locais.

 

Se isso parece apenas mais uma moda, uma maneira de “vestir” a mesma mensagem do marketing com uma roupa nova, essa analogia com a natureza oferece mais um insight importante. Note que os frutos não são uma “enganação” das plantas, eles realmente alimentam os animais, que contam com eles para sua sobrevivência. Cria-se, assim, uma simbiose: as plantas precisam dos animais para garantir sua reprodução, e os animais contam com suas frutas para seu sustente.

 

Da mesma forma, o marketing de conteúdo, para ser bem-sucedido, precisa entregar informações e materiais que realmente ajudem seu público a aprender algo novo. É necessário que o conteúdo ofereça algo de real valor para sua audiência para que seja consumido.

 

Conforme mais empresas descobrem e praticam o Marketing de Conteúdo, a concorrência fica maior. Afinal, produzir conteúdo de valor com frequência não é tarefa fácil. Nós, como consumidores, passamos a esperar isso das empresas, e estamos cada vez mais exigentes! Portanto, os profissionais de marketing precisam aprender a se tornarem mestres nessa tarefa e encontrar maneiras de atrair, alimentar e engajar com seus clientes.

 

Para saber mais sobre o marketing de conteúdo, confira o “Guia do Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing” com algumas dicas para ajudá-lo a começar. Esperamos que você tenha muito sucesso nessa empreitada!

 

AlphaPortugal Alphagraphics626

Por Tiago Amaral, fundado do 1mais1maiorque2

 

 

Posted by Aline Macedo

Coordenadora de Marketing na AlphaGraphics Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *